Caminho de Santiago

A Casa de Panque situa-se apenas a 5 km do Caminho de Santiago. Por definição do historiador Joel Cleto, Barcelos representa o “Museu vivo do Caminho Português de Santiago”. São seculares as referências de Barcelos ao Caminho de Santiago, desde a que se refere à pernoita em Barcelos da Rainha Santa Isabel como peregrina de Santiago em 1325, até ao facto da mais famosa lenda de Barcelos, a Lenda do Galo, se referir a um peregrino favorecido por um milagre de São Tiago. Ao longo dos tempos, Barcelos tornou-se um eixo importante de passagem dos peregrinos nos Caminhos de Santiago, reforçada com a construção da ponte medieval no século XIV que, definitivamente afirmou Barcelos como um privilegiado ponto de passagem de peregrinos a Santiago. Podemos afirmar que a História de Barcelos e os Caminhos de Santiago andam juntos e, hoje, Barcelos é por direito próprio o epicentro do caminho Português de peregrinação a Santiago de Compostela, o que é testemunhado na cidade e no concelho através do património monumental mas também nas tradições e no artesanato.

Partilhe este artigo